Saiba sobre o câncer ósseo: tipos, causas e fatores de risco

O que é Tumor ósseo?

O tumor ósseo maligno é um tipo de câncer que acomete qualquer osso do corpo. Frequentemente afeta os ossos longos dos braços e coxas, coluna e bacia. Pode ser dividido em tumor ósseo primário, que é quando o câncer se desenvolve diretamente no osso previamente normal, e tumor ósseo secundário, quando se origina em qualquer outro órgão e se dissemina para os ossos.

Quando as células se dividem de forma anormal e incontrolável elas podem formar uma massa ou nódulo de tecido. Esse nódulo ou massa é chamado de tumor e, quando ele cresce, acaba por comprometer o tecido previamente saudável e a rigidez do osso.

Os tumores ósseos, em geral, raramente causam a morte. Mas, eles ainda podem ser perigosos e requerem tratamento. Alguns tipos são benignos, o que significa que não são cancerígenos e outros malignos. Mesmo os tumores benignos podem crescer e comprometer a estrutura do osso. Os tumores malignos, cancerígenos, podem se espalhar pelo corpo.

Tipos

Existem vários tipos de lesões ósseas. Algumas destas lesões, aparecem como manchas nos exames de imagens, porém não são consideradas como tumores verdadeiros, e são conhecidos como pseudotumores. Dentre os tumores ósseos e as lesões pseudotumorais, alguns tipos acometem mais crianças e outros mais adultos. Eles também são divididos entre malignos e benignos, sendo que este último não é cancerígeno e o primeiro, malignos, pode se disseminar pelo corpo.

Dentre os tumores ósseos benignos e lesões pseudotumorais podemos citar:

  • Tumor de células gigantes são tumores benignos que apresentam agressividade local. Acomete principalmente os adultos jovens, na região das extremidades dos ossos longos, junto aos joelhos e punhos
  • Encondroma é um tumor benigno formador de cartilagem que cresce dentro do osso, predominam entre as 2a e 4a décadas da vida. Acomete principalmente os ossos das mãos
  • Displasia fibrosa é uma lesão óssea benigna, pseudotumoral, que acomete principalmente a 1a e 2a décadas da vida. Pode ser única ou múltipla (acometer vários ossos)
  • Cisto ósseo aneurismático é uma lesão óssea benigna, pseudotumoral, com agressividade local, constituída por lacunas sanguíneas.

Dentre os tumores ósseos malignos mais comuns:

  • Osteossarcoma é o tumor ósseo maligno primário mais frequente na faixa etária das crianças e adolescentes. Acomete principalmente os ossos dos joelhos, ombros e quadris
  • Tumor de Ewing acomete principalmente crianças, adolescentes e adultos jovens. Os ossos mais frequentemente acometidos são os das coxas, braços, pernas e bacia
  • Condrossarcoma acomete principalmente os adultos. É um tumor maligno formador de cartilagem. Acomete principalmente os ossos das coxas, braços e bacia
  • Metástases ósseas são as neoplasias malignas mais comuns dos ossos. São disseminações secundárias de tumores malignos originados em outros órgãos e sofreram disseminação para o esqueleto. Acomete preferencialmente os adultos. Qualquer carcinoma pode desenvolver metástase. Mais comumente, os da mama, do pulmão, da próstata, da tireóide, dos rins e do trato gastrointestinal.

Causas

Ainda não é claro o que causa a maioria dos tumores ósseos. Os médicos acreditam que a doença começa com um erro no DNA das células. Este erro faz com que a célula cresça e se divida de forma. Esse acúmulo de células forma uma massa, ou tumor, que pode invadir as áreas próximas e também pode atingir outras partes do corpo.

Fatores de risco

Algumas situações podem aumentar a probabilidade do surgimento da doença:

  • Síndromes genéticas, que são passadas através das famílias como a síndrome de Li-Fraumeni e o retinoblastoma hereditário
  • Doença óssea pré-existente, como a Doença de Paget, que acomete principalmente adultos e idosos
  • Ter se exposto a altos níveis de irradiação, como os usados para tratar cânceres anteriores.

Pessoas com cânceres de rim, mama, próstata, pulmão, trato gastrointestinal e nas glândulas da tireoide estão mais propensas a ter tumor ósseo secundário – metástase óssea – quando o câncer se origina em outro local e se espalha para os ossos.